Nem sei se fico alarmado ou me deixo levar pelo tragicômico ziriguidum que acontece no Poder Executivo brasileiro sob Administração Dilma Rousseff. Digo isso porque ao tomar conhecimento de que o Deputado Aldo Rebelo (PCdoB – SP) foi convidado a assumir o Ministério do Esporte (e aceitou o convite) tive a sensação de que realmente não estou entendendo nenhum pouco a lógica do governo Dilma Rousseff. A sensação de que a nossa “dama de ferro” combatia o “mal feito” ou, trocando em miúdos, combatia a corrupção em seu governo vai começando, pra mim ao menos, a desaparecer e começo a notar que está faltando pulso firme na articulação política e mesmo capitalizar o alto índice de aprovação do governo: A aprovação do governo da presidente Dilma Rousseff subiu de 48% em julho para 51% em setembro, segundo a pesquisa feita pelo Ibope sob encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Mas o que ocorre? Um sequestro do poder decisório presidencial em nome “da governabilidade”. Mas asseguro aos leitores e leitoras do Poliarquias. Não se trata de governabilidade, mas sim de planejamento eleitoral para o Partido dos Trabalhadores (PT). A Presidenta Dilma Rousseff desejava como Ministro do Esporte, no lugar de Orlando Silva, o Deputado Federal pelo PC do B pelo Maranhão Flávio Dino, mas havia um problema: o Presidente do Senado, José Sarney, feroz adversário de Flávio Dino na Capitania Hereditária que vem se tornando o Maranhão.
Então temos o Deputado Aldo Rebelo como novo Ministro do Esporte. E já começa “bem”, como assevera o título da matéria do Estadão: ‘Não sou amigo nem inimigo do Teixeira’. É, esse Teixeira ai é Ricardo Teixeira, Faraó da CBF e quase Entidade metafísica a comandar o futebol brasileiro e essa Copa do Mundo recheada de desvios, orçamentos estourados e elefantes brancos de presente para a população brasileira.
Um prêmio para quem foi o relator do nefasto novo Código Florestal (e apoiado fervorosamente pela Direita conservadora e atroz alocada especialmente no DEM) e jogou CONTRA o Governo Dilma Rousseff na votação do novo Código Florestal na Câmara dos Deputados. E agora receber um Ministério de bandeja? Ao que parece o Deputado Aldo Rebelo vai se sair muito bem na área do Esporte, pois já vem intensificando sua modalidade esportiva preferida: corte de árvores.